Marketing Digital: Afinal de contas o que é e como o meu negócio pode se beneficiar disso?

Image

Desde o nascimento da Internet muitas questões do comércio tradicional foram portadas para o mundo digital, trazendo à discussão importantes características peculiares desse meio. Mais recentemente, percebemos que o foco tem recaído com maior intensidade sobre o Marketing Digital, já que as outras questões do comercio online estão suficientemente maduras. No entanto, neste quesito, tenho visto as mais diversas abordagens, algumas inócuas, outras bizarras e outras tantas muito bem fundamentadas. Neste artigo, procuro resumir alguns “insights” interessantes, extraídos, em parte, dos discursos de alguns dos maiores especialistas do setor.

 

MARKETING DIGITAL

Praticamente todo e qualquer negócio pode se beneficiar do marketing digital e, em alguns casos, ele é realmente imprescindível.

O Marketing Digital nada mais é do que as ações de marketing adaptadas aos meios digitais, de forma a divulgar e comercializar produtos, conquistar novos clientes e melhorar a rede de relacionamentos.

Tenho visto muitas ações de empresas na internet com pouca ou nenhuma conexão com esse propósito maior (rede de relacionamentos). Não basta criar uma fanpage no Facebook, implementar técnicas de SEO, disparar grandes volumes de e-mail marketing ou mesmo postar anúncios aqui e ali… O Marketing Digital exige algo bem mais elaborado…

RELACIONAMENTO

A grande sacada do Marketing Digital é a construção da “REDE DE RELACIONAMENTO”, o que exige cuidados intensos… Não basta colecionar e-mails e simplesmente cadastrar novos nomes. Isso não tem nada a ver com relacionamento!

Relacionamento pressupõe troca, dar e receber – implica em ter interesses comuns e partilhar valores. Não é possível se relacionar com quem não se tem nada em comum. Portanto, o primeiro passo para se construir um relacionamento é entender melhor o público-alvo, os seus interesses, os seus desafios, suas prioridades, etc.

LISTAS QUALIFICADAS

À medida que se estabelece conexão com o público, com o nicho que nos interessa, através de relacionamento verdadeiro, então começa a fazer sentido a construção de uma lista. Ela será de extrema valia em diversos processos de Marketing Digital, que comentaremos mais adiante neste artigo. Por hora, destaco apenas que não importa o tamanho da lista, mas sim a qualidade da relação com os seus membros.

CONTEÚDO RELEVANTE / COLABORAÇÃO

A questão do relacionamento constitui o maior gargalo em qualquer tipo de projeto. Os maiores fracassos em projetos advêm de falhas de implementação e muito raramente têm origem técnica, mesmo estas últimas tendo sempre alguma componente de implementação (pessoas). O ser humano, por sua natureza egoísta, dificilmente colabora espontaneamente, de forma altruísta. Para que o processo colaborativo se inicie, uma das partes tem que dar o primeiro passo.

Em Marketing, podemos traduzir esse “dar algo” como ofertas, promoções, bônus, descontos, brindes, etc.

Já no Marketing Digital, este tipo de abordagem adquire formato mais elaborado, pois esse “dar algo” não necessariamente é de fácil percepção (por sua característica digital).

A abordagem, nesse caso, pressupõe a entrega de “conteúdo relevante” – muito bem direcionado para o seu público, alinhado com os seus desafios e interesses.

NICHO

Como mencionado anteriormente, para se construir conteúdo relevante, que faça sentido, é preciso conhecer muito bem o público alvo (nicho) – quais são os desafios e interesses desse grupo.

Existem diferentes maneiras de mapear o público-alvo: visitando websites, redes sociais, análise de pesquisas de palavras-chaves realizadas no Google, etc. Enfim, conhecer o público é um esforço que não deve ser negligenciado.

PROPÓSITO

Como em tudo, para que haja sustentabilidade na relação é preciso haver um propósito alicerçando as ações. Assim como o revolucionário precisa ter uma “causa” pela qual valha a pena lutar (sem o que não haveria seguidores) o seu negócio também deve ter um propósito, uma missão com a qual seu público se identifica e apoia.

REGULARIDADE

A manutenção de um relacionamento só é possível se houver regularidade na interação, longos períodos de silêncio poderãoesfriar a relação.

Além disso, a sistematização dos processos de comunicação desenvolve a harmonização da mensagem, que penetra o inconsciente do público, que com o tempo irá reconhecê-la automaticamente. Nesse ponto, sua imagem já estará construída!

No entanto, chamo a atenção para o tamanho da “dose”, o excesso de interação poderá constituir um novo problema, tendo efeitos contrários àqueles esperados. Procure sempre avaliar e sentir os efeitos e a receptividade do seu público.

DIRETO AO PONTO / PROBLEMA (DOR) – SOLUÇÃO

Quando se conhece o público fica muito fácil estabelecer a comunicação adequada. Ao conhecer as “dores” do seu público-alvo, fica muito simples focar nas soluções que efetivamente interessam.

A prescrição da solução decorre do perfeito entendimento dos problemas que afetam aquele determinado público (nicho). Ao se construir a plataforma de comunicação (Marketing Digital), levando-se em conta esse entendimento, os processos de venda ocorrerão quase que subliminarmente, ou seja, você estará sendo comprado!

PLATAFORMAS (HOTMART)

Existem diversas ferramentas que dão suporte em diferentes atividades relacionadas ao Marketing Digital. Uma delas, talvez a mais popular, é o HOTMART.

O Hotmart é uma plataforma de distribuição de conteúdo digital. Ajuda empresas e pessoas comuns, produtoras de conteúdo digital, a vender este conteúdo de forma simples e segura, ampliando os canais de venda disponíveis e os lucros.

Para quem tem interesse em explorar um pouco mais as possibilidades envolvendo produtos digitais, para turbinar seu negócio, sugiro visitar o blog do Hotmart

VÍDEOS

Dentre as várias formas de comunicação, o vídeo, segundo a opinião de vários especialistas, é o formato que apresenta melhores resultados. Através do vídeo, é possível estabelecer uma interação que promove maior credibilidade, além de condensar de forma lúdica a mensagem que se deseja transmitir.

Para produção de vídeos existem diversas ferramentas, algumas sem custo algum (ex. Kdenlive) e com recursos bastante profissionais que possibilitam produções de excepcional qualidade.

É claro que existem algumas técnicas para produzir vídeos de qualidade. Neste sentido, recomendo estudar as técnicas de “storytelling”. Também, se o objetivo do vídeo for a sensibilização do público-alvo, prefira vídeos curtos e bem objetivos. Monte um script com as mensagens que deseja passar (com inicio, meio e fim) – nestes casos, menos é mais!

EMAIL MARKETING

O e-mail marketing, por sua praticidade e universalidade, ainda constitui uma excelente forma de comunicação.

Também exige técnicas para que seja interessante e atrativo ao leitor. E-mails longos, sem objetividade e com conteúdo de difícil assimilação, comprometem e geram insatisfação.

O assunto do e-mail deve remeter ao “problema que resolve”. Se não for possível manter o texto conciso, deve-se organizar o conteúdo em tópicos com subtítulos, que igualmente remetam às mensagens que se deseja passar.

Como dito anteriormente, o público (lista) deve ser qualificado. De nada adianta enviar mensagens para um público com o qual não se tem efetiva comunicação.

PÁGINA DE CAPTURA (“landing page” ou “squeeze page”)

No caso do e-mail marketing, é muito importante a utilização de uma página de captura, que explicite muito bem a mensagem objeto da ação.

É a oportunidade de contabilizar um novo “lead” para a sua lista. Diferentemente, sem uma página de captura, você poderia estar direcionando um possível cliente diretamente para uma página de compra (não necessariamente sua) e assim poderia perder a oportunidade de se relacionar diretamente com o seu público.

COMPROMETIMENTO / PROCRASTINAÇÃO / HÁBITO

O profissional envolvido com o Marketing Digital deve estar 100% comprometido com a construção de relacionamento. Adiar ou deixar de interagir com o público-alvo pode significar o fracasso.

A procrastinação pode ser evitada através da sistematização das ações, que transformam os procedimentos em hábitos, os quais se perpetuam em um ciclo virtuoso.

ESCASSEZ / PROMOÇÃO RELAMPAGO

Uma das técnicas utilizadas para provocar reações do público-alvo (e gerar compra) é a “escassez”. Cito, por exemplo, uma oferta relâmpago que é válida para os “x” primeiros clientes que confirmarem compra…

Seja qual for a técnica, sugiro utilizá-las com critério, pois, dependendo do público, isso poderá parecer “nota de 25” ou comercial de facas… O público sênior geralmente odeia ser pressionado, diante de pressões exageradas a resposta será sempre NÃO; portanto não exagere!

NETWORKING / BLOG

Sua reputação é o que ditará o sucesso de suas campanhas de marketing digital. Para conquistar reputação, é preciso ter presença no meio digital.

Para construir uma boa reputação é preciso entregar conteúdo relevante, informação que interessa ao seu público-alvo, que vá de encontro ao interesse desse grupo e que efetivamente resolve os seus problemas.

Essa presença digital pode ser conquistada com a produção de artigos, palestras, webinars, contribuições em grupos, nas redes sociais em geral.

É também de suma importância ter a “casa própria” na internet, um website e/ou um blog.

CONHECER O PRODUTO / PÚBLICO / FORNECEDOR

Com relação à representação de produtos de terceiros (afiliado) é de extrema relevância conhecer o produto em todos os seus detalhes.

Além do produto em si, deve-se conhecer o fornecedor, o nível de suporte disponível, detalhes da logística envolvida, etc. Enfim, tudo que pode influenciar na satisfação do cliente final.

DOMÍNIO / CONSTRUÇÃO DA SUA MARCA / GARANTIA

Em se tratando do papel de articulação, como consultor ou formador de opinião, é importantíssimo investir na construção da sua marca, para que seja reconhecido como especialista naquele nicho/assunto, uma referência a ser seguida.

O cliente final transfere para você a garantia de uma boa negociação. Assim, se sua reputação não for boa, não haverá conversão.

Portanto, comece desde logo a construção de sua reputação, crie seu blog, reserve o seu domínio (com o seu nome e sobrenome), etc.

PESSOAS COMPRAM DE PESSOAS

O poder de influência que se cria ao se estabelecer uma boa reputação é decisivo para geração de vendas. Isso porque pessoas confiam em pessoas!

AUTO-RESPONDER

Ferramentas de auto-responder fazem parte do arsenal do marketing digital. Trata-se de um sistema que gerencia e dispara mensagens personalizadas para potenciais clientes, de maneira automática e seguindo uma pré-determinada sequência.

O alerta aqui fica para o conteúdo em si, para que não se torne massacrante – estilo “facas ginsu”. Tenho visto muitas campanhas, provavelmente baseadas no modelo norte-americano, que para o público brasileiro não necessariamente são a melhor abordagem.

BONUS MATADOR

Dentro dos conceitos aqui expostos, ou seja, oferecer conteúdo relevante com o intuito de construir reputação e conquistar a confiança da comunidade, é importante entregar um bônus que seja realmente relevante, que gere um benefício imediato e totalmente gratuito.

Essa estratégia ajuda a reunir o público que está verdadeiramente alinhado com aquilo que se oferece (o seu nicho).

ENCONTRAR – GOSTAR – CONFIAR – COMPRAR

O processo do Marketing Digital pode então ser resumido nestes 4 processos:

Encontrar: Identificar o seu público-alvo. Quem são? Quais os seus desafios e interesses? Etc.

Gostar: Provocar o interesse do seu público-alvo. Entregar conteúdo relevante e fazê-lo gostar de você.

Confiar: Posicionar-se como autoridade naquele nicho. Despertar a confiança do seu público-alvo.

Comprar: O seu público-alvo te reconhece como autoridade e está susceptível a comprar aquilo que você indica.

Pense nisso!

Anúncios